Menu

A importância do Devocional como prática diária, entre pais e filhos

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on email

Os filhos são herança do Senhor,
uma recompensa que ele dá.

Salmos 127:3

O ambiente familiar é o principal responsável por traduzir a realidade terrena e a realidade transcendente na
vida dos filhos. Cada filho passará a apurar seu discernimento sobre como agir e reagir nas circunstâncias da
vida ao preencher sua bagagem emocional e espiritual com os nutrientes trazidos desde a primeira infância,
dentro de sua casa com seus pais e cuidadores.

A realidade terrena, física e material, é algo que o ser humano é empurrado a lidar. Conforme o seu
crescimento, é esperado determinadas correspondências das situações ao redor como fazer funções em casa,
ter relacionamentos, estudar, trabalhar, ter compromissos e tantas outras coisas que são de âmbito terreno,
são coisas vistas, palpáveis, alcançáveis. É muito importante que os pais, sendo a mãe a executora de suas
responsabilidades, bem como o pai executando suas responsabilidades, forneçam um arcabouço de
conhecimento e construção de caráter para que esse pequeno ser humano, cresça de forma íntegra, isto é, por inteiro, não sendo apenas fisicamente mas emocional e intelectual também. Porém, isso não é o suficiente.


Todo ser humano nasceu com um propósito, uma razão de existir. Cada filho foi escolhido pessoalmente em todas as suas condições físicas e psíquicas para vir ao mundo, eles têm uma missão própria. Mas essa missão foi estabelecida na eternidade, Deus Pai quem arquitetou todo esse plano, então para que seja descortinado e revelado esse Plano ao coração dos nossos filhos, precisamos ensiná-los a se aproximarem ao Pai e a se relacionar com Ele.

Como nos relacionamos com o Pai e recebemos a porção diária de revelação que Ele tem para cada um de nós?


Através do devocional, ao ter um tempo separado e exclusivo para adentrar à presença de Deus e ali serem
envolvidos pelos seus mistérios e presença gloriosa.

É isso que precisamos viver e ensinar aos nossos filhos :
Terem seus momentos com Deus a sós por meio do exemplo de como é praticado e conduzido, através dos devocionais em família.

Quando os pais estão comprometidos a designarem um tempo diário na agenda da família para que façam um devocional juntos, mais do que um tempo de qualidade, estará orientando e fortalecendo a vontade dos filhos em tomar boas decisões, pois a Bíblia é um Manual para a nossa vida, então o devocional é uma excelente oportunidade para educar paixões ,regular impulsos, orientar a força da vontade para o que é lícito e belo, preparar o terreno do coração para futuras provações, forjar a âncora da esperança, preencher o vazio
existencial que todo ser humano tem e encorajar a viverem uma vida que agrada a Deus. Estará forjando um
caráter elegante no sentido mais pleno da palavra, que é eleger a melhor parte, o que é de melhor , e quando estiverem grandes, não se desviarão dos caminhos de vida (Pv 22.6).

O momento do devocional em família deve ser iniciado desde quando o filho está na barriga, ele já escuta, sente e já está sendo abençoado com as palavras proferidas e músicas entoadas.

Enquanto o filho é bebê, a estrutura do devocional muda um pouco pois a fase da primeira infância é mais lúdica, mais dinâmica e descontraída. Então pais tendo a percepção da fase que estão vivendo em família, vão adaptar esse momento de devocional para que o filho esteja contemplado, por mais que pareça não estar entendendo!!

Ao avançar para a adolescência, se torna necessário relacionar os ensinamentos diários à situações do cotidiano, para que os filhos conectem os ensinos de Jesus com as experiências no dia a dia; o que estará contribuindo de forma consistente para a consolidação do caráter desses filhos.

Meditar na Palavra de Deus deve ser feito de forma prazerosa e não como um mero ítem do checklist de coisas da cumprir no dia. Ao depositar amor, expectativa, generosidade e olhar atento, certamente os pais estarão exercendo seu papel de mostrar o caminho de proximidade a Deus, e os filhos poderão dizer :

“O Deus de meus pais, é o meu Deus também!”

Publicações Relacionadas

Artigos Kids
Profa. Catia Persan

O Servo da orelha furada

Série de artigos sobre Mordomia Cristã Então tomarás uma sovela, e lhe furarás a orelha contra a porta, e ele será teu servo para sempre;

Leia mais

Outras Publicações

Artigos Kids
Pra.Renata Santana

As crianças na Igreja

Jesus, porém, disse: “Deixem que as crianças venham a mim. Não as impeçam, pois o reino dos céus pertence aos que são como elas”. Mateus

Leia mais
Artigos Kids
Juliana Dantas

Ué, e o Papai Noel, cadê?

Mitos e verdades sobre o Natal que só a Bíblia mostra! Ganhando a atenção Penso que se uma criança viesse à minha casa no Natal

Leia mais